Introdução ao Projeto Urbano

Representação do trabalho do Urbanista.
Fonte: Revista Veja – Edição 2145 / 30 de dezembro de 2009

Diversas são as maneiras de denominar as ações de transformação em um determinado território.

A partir de uma enorme gama de definições: plano, planejamento urbano, desenho urbano,… nós utilizaremos, aqui, o termo “Projeto Urbano”. Apesar de possuir uma definição complexa, podemos caracterizá-lo como um instrumento que auxilia na fabricação e na organização de um território ou até mesmo de uma cidade. Ele pode associar-se aos vários “res” : revitalização, requalificação, reabilitação, restruturação, renovação.

No entanto, planejamento e projeto não podem ser visto como oposições. O planejamento propõe orientações e direcionamentos, regulariza o solo e estabelece prioridades. O projeto vem para completar e aplicar as diretrizes do planejamento em um determinado território.

A criação de um projeto urbano depende muito do território onde ele será aplicado : contexto, identidade local, características da população, paisagem local, história e patrimônio e até mesmo a utilização dos espaços públicos e do transporte coletivo. Além disto, sua criação deve integrar-se os dispositivos de lei como regulamentação do solo, zoneamento, áreas interditas a construção,…

Os projetos urbanos podem se referir à ocupações de vazios urbanos, como em caso de grandes terrenos vazios em áreas urbanizadas, zonas portuárias onde há, geralmente, uma degradação quanto à qualidade de espaço, áreas de extensão a urbanização,…

Os projetos urbanos devem levar em consideração a aplicação da mistura de usos e classes sociais, além da sustentabilidade. Ainda, a importância do uso de transporte coletivo e transportes alternativos, como a bicicleta, e o espaço do carro e do pedestre devem tornar-se pontos essenciais na idealização dos projetos urbanos. A participação da população nas etapas de elaboração do projeto, como audiências publicas e ateliers de trabalhos, reforça o sucesso da concepção do projeto urbano. Porém, esses procedimentos não são tão simples à serem aplicados. Eles necessitam a vontade do poder público, através de financiamentos e regulamentação, da instalação e da melhora das infraestruturas de transportes públicos,… Além disto, os urbanistas são os principais atores na concepção de um projeto urbano, são eles que tem o maior poder de intervenção num determinado território, através de proposições e ideias inovadoras.

Assim, qualquer interferência no cenário urbano deve ser analisada, interpretada e aplicada de uma maneira consciente sempre respeitando o conceito do espaço de intervenção. Os projetos urbanos que mostraremos aqui proveem de iniciativa pública ou privada onde não vamos muitos nos ater pois, o que nos interessa é a qualidade da composição e da intervenção de um projeto urbano num determinado espaço. Em fim, esses projetos proveem de exemplos de concepção que tem, na maioria dos casos, como característica a inovação de ideias, princípios e conceitos. E, em outros casos, nos põem em duvida a condição quanto à qualidade e a pertinência da concepção de um espaço.

 

Para saber mais:

SOMEKH, Nadia. Projetos urbanos e o Estatuto da Cidade: limites e possibilidade. Disponível em: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/09.097/131

VASCONCELLOS, Lélia. Projeto urbano – um novo termo para definir intervenções na cidade? In: DO AMARAL E SILVA, Gilcéia e ASSEN DE OLIVEIRA, Lisete (org.) Simpósio A Arquitetura da Cidade nas Américas. Diálogos contemporâneos entre o local e o global. Florianópolis: PGAU-Cidade/ UFSC, 2006. CDROM, ISBN: 978-85-99773-02-4. Disponível em:

http://www.pgau-cidade.ufsc.br/ica52/trabalhos/VASCONCELLOS%20lelia.pdf

YANNIS, Tsiomis e VOLKER Ziegler. Anatomie de projets urbains. Editions de la Villette, 2007.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s